Shortcut: WD:GLOSS

Wikidata:Glossário

From Wikidata
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Wikidata:Glossary and the translation is 94% complete.

Outdated translations are marked like this.
Other languages:
العربية • ‎azərbaycanca • ‎беларуская • ‎беларуская (тарашкевіца)‎ • ‎বাংলা • ‎bosanski • ‎català • ‎čeština • ‎dansk • ‎Deutsch • ‎Zazaki • ‎dolnoserbski • ‎Ελληνικά • ‎English • ‎British English • ‎Esperanto • ‎español • ‎euskara • ‎فارسی • ‎suomi • ‎français • ‎Frysk • ‎ગુજરાતી • ‎עברית • ‎हिन्दी • ‎hornjoserbsce • ‎magyar • ‎Հայերեն • ‎interlingua • ‎Bahasa Indonesia • ‎Ilokano • ‎íslenska • ‎italiano • ‎日本語 • ‎ქართული • ‎한국어 • ‎Ripoarisch • ‎Latina • ‎Lëtzebuergesch • ‎lietuvių • ‎latviešu • ‎македонски • ‎മലയാളം • ‎Bahasa Melayu • ‎norsk bokmål • ‎Nederlands • ‎norsk nynorsk • ‎occitan • ‎ਪੰਜਾਬੀ • ‎polski • ‎پښتو • ‎português • ‎português do Brasil • ‎română • ‎русский • ‎Scots • ‎srpskohrvatski / српскохрватски • ‎српски / srpski • ‎српски (ћирилица)‎ • ‎svenska • ‎Kiswahili • ‎ślůnski • ‎தமிழ் • ‎తెలుగు • ‎ไทย • ‎Türkçe • ‎українська • ‎اردو • ‎Tiếng Việt • ‎ייִדיש • ‎中文 • ‎中文(中国大陆)‎ • ‎中文(简体)‎ • ‎中文(繁體)‎

Wikidata é uma base de conhecimentos que qualquer pessoa pode editar. Antes de começar, é uma boa ideia familiarizar-se com o glossário do Wikidata para que todos usem a mesma terminologia, o que ajuda a melhorar a comunicação entre os editores e os programadores.

O glossário está ordenado conceptualmente e não alfabeticamente, sendo apresentados em primeiro lugar os conceitos mais gerais, na medida do possível. Isto acontece porque o conteúdo é traduzido para várias línguas, e os conceitos têm nomes diferentes em línguas diferentes. Em alguns casos, a forma de organização pode não parecer óbvia. Nesses, casos, foi inserido um "ver também" na secção apropriada.

Nomes e projetos

  • Wikimedia é o nome de um movimento (clique para detalhes) que oferece ao público conhecimento livre através dos projetos Wikimedia.
  • Os projetos Wikimedia (clique para ver detalhes) são wikis livres com um propósito específico, geralmente divididas em várias wikis individuais para cada língua, como é o caso da Wikipédia. O Wikidata é um projeto multilingue da Wikimedia. Existem cerca de 800 wikis diferentes no total dos projetos Wikimedia. Neste momento, só os projetos Wikimedia podem ser ligados com o Wikidata.
  • O MediaWiki é o software livre que serve de base a todos os projetos Wikimedia. Como o software é livre, existem milhares de instalações do MediaWiki feitas por entidades diferentes; veja O que é MediaWiki para saber mais.
  • Wikibase é o software por detrás do Wikidata. Consiste em três extensões do MediaWiki: Wikibase, o cliente Wikibase, e a biblioteca WikibaseLib:
    1. A extensão Wikibase (para o servidor Wikidata, frequentemente chamado repositório ou apenas repo) permite que uma instalação do MediaWiki dedicada recolha e mantenha dados estruturados, sendo utilizada no site Wikidata.
    2. A extensão cliente Wikibase (frequentemente chamada apenas cliente) possibilita que instalações do MediaWiki, tais como as Wikipédias, consultem e apresentem dados de um servidor Wikidata nas suas próprias páginas, e é usada nas Wikipédias das diferentes línguas e noutros sites relacionados.
    3. A extensão WikibaseLib contém bibliotecas comuns usadas pelas duas extensões principais.

Wikidata é um projeto Wikimedia que executa uma instância do MediaWiki com as extensões Wikibase. Permite que os editores do Wikidata introduzam dados e naveguem pelas páginas.

Termos básicos

  • Dados e metadados (data e meta data)

Um dado é informação em bruto, como as palavras que está a ler neste momento. O Wikidata é essencialmente um conjunto de dados estruturados (structured data), o conteúdo de uma base de dados. Estes dados são, geralmente, tudo o que é inserido por editores do Wikidata e robôs que utilizam as páginas das entidades e a interface pública de programação. As páginas wiki a partir das quais os utilizadores podem ver e inserir dados estão organizadas em três domínios (ou espaços nominais) de dados:

  1. o domínio principal (para objetos), que reagrupa páginas onde podem ser vistas e inseridas informações sobre uma entidade específica,
  2. o domínio property, onde se pode ver informação sobre as propriedades, que são usadas para estruturar a informação inserida nas declarações e o
  3. domínio query (consulta), em que podem ser definidas formas adicionais de extração e apresentação de informações, para além do domínio principal.

Os dados nestes domínios dizem-se estruturados porque estão todos organizados de uma forma que é usada pelo software Wikibase para garantir um certo modelo de dados data model (Q1172480) View with Reasonator See with SQID e porque a comunidade define e aplica formas corretas de inserir a informação.

Os metadados no Wikidata são dados estruturados, que não podem ser criados ou alterados pelos utilizadores e robôs mas são criados pelo software MediaWiki. Um exemplo de um metadado é o histórico de revisões das páginas. O software gera entradas com as datas e nomes de utilizador.

Outras páginas do Wikidata são páginas wiki tradicionais, que consistem em dados não estruturados ou semi-structured data (Q2336004) View with Reasonator See with SQID (por exemplo: texto corrido ou código wiki), e são meta páginas, tais como as páginas de discussão da comunidade.

Especificamente, um tipo importante de dados são os dados de propriedades (property data). Um dado de propriedade é um valor associado a uma propriedade para criar uma alegação, uma unidade de organização dos dados estruturados . Cada propriedade está associada a um tipo de dados, que define os valores dos "dados da propriedade" que podem ser usados em alegações criadas com esta propriedade.

  • Conjunto de dados (dataset)

Um conjunto de dados é, geralmente, qualquer conjunto de dados (estruturados).

No Wikidata, aquilo que se chama um conjunto de dados está muitas vezes associado a uma entidade: o conjunto de dados associado a uma entidade é toda a informação mostrada na página wiki dessa entidade (o conjunto de declarações na base de dados que têm esta entidade como sujeito, os links para os artigos das Wikipédias que descrevem esta entidade nos projetos Wikimedia, ...)

Podemos construir outros conjuntos de dados combinando os conjuntos de dados de várias entidades.

Os conjuntos de dados podem ser representados de formas diferentes: como na página wiki da entidade, no formato de um ficheiro XML ou JSON para robôs e programas de computador. Especificamente nas [$1 mensagens da interface de utilizador] do Wikidata, o termo "conjunto de dados" refere-se aos dados associados a uma entidade (um objeto, uma propriedade ou uma consulta)

URI desreferenciáveis (dereferenceable URIs): São usados durante a negociação de conteúdo para fornecer a descrição de um recurso, mesmo que esteja a ser endereçada a própria entidade. Isso também torna possível fornecer uma descrição legível por seres humanos ou por máquinas. Esta última estaria então na forma de dados RDF, conforme seja mais adequado. O conteúdo para o qual os URI desreferenciados apontam estará disponível através da página Special:EntityData.

  • Exportação (export): Refere-se à forma como é disponibilizado o conteúdo dos dados e das meta páginas Wikidata para consumo. A intenção é disponibilizar exportações dos dados disponíveis, legíveis por máquinas, em formatos amplamente utilizados tais como JSON ou RDF/XML.
  • Dados ligados (linked data): São um método utilizado para publicar dados estruturados de modo que estes possam ser interligados e se tornem mais úteis. Isto está intimamente relacionado com o modo de funcionamento do Wikidata, ligando entidades e anexando dados a páginas de dados ligados, tal como faz para objetos.
  • Tripla (triplet ou triple): É a forma de armazenar dados como uma única entrada de dados, em dados ligados. Consiste num sujeito, um predicado e um objeto. No Wikidata estes correspondem aproximadamente a um objeto, uma propriedade e um valor.
  • Ontologia (ontology): É uma especificação explícita e formal de uma conceptualização. É importante que uma ontologia transmita uma compreensão partilhada de um domínio. No Wikidata isto é feito integrando as propriedades e os seus significados em declarações, e assim descrevendo as entidades e conceitos do mundo real (através da sua contraparte no Wikidata) associados a dados literais e outras entidades.
  • Proveniência (provenance): É a cronologia do colaborador que adicionou os dados e da fonte de onde os dados foram extraídos. A proveniência é importante no caso de reutilização de conjuntos de dados abertos ou de uso de bases de dados externas.
  • Vocabulário (vocabulary): É o conjunto de termos que é utilizado para descrever a ontologia. Os termos usados num vocabulário podem ser os mesmos que (owl:sameAs) alguns termos de um outro vocabulário. A semelhança é mais estrita do que igualdade.

Links intersites

Link intersites (site link, designado na interface do utilizador: Lista de páginas ligadas a este objeto) é uma identificação de uma página ligada noutro site. Consiste num identificador de site e um título e é armazenado como um objeto Wikidata. São ambos usados tanto para identificar um objeto de um site externo quanto para o armazenamento central de links interwikis (interlínguas). Veja Links intersites.

  • Site é uma referência para um site externo em geral, mas link intersites refere-se a sites wiki registados, por exemplo uma Wikipédia numa determinada língua. Estes sites são identificados por identificadores globais de site ou de forma abreviada "siteid", correspondendo tecnicamente ao nome da base de dados das wikis. Por exemplo, o "siteid" da Wikipédia em português é ptwiki. Na configuração atual, cada página externa só pode ter um link registado no Wikidata e um objeto só pode ter um link para cada site externo.
  • Emblemas (badges) são um tipo de marcação associada a um link intersites, que podem identificar, por exemplo, que o artigo é um artigo destacado num determinado site. Não descrevem a entidade, mas sim a página naquele site específico.

Domínios (espaços nominais)

  • Página (page): Uma página da Internet interna ou externa com um título único, por exemplo um artigo no domínio principal da Wikipédia ou um objeto no domínio principal do Wikidata. No Wikidata, o termo "página" pode referir-se à página de um objeto ou propriedade nos domínios de dados, a uma metapágina noutros domínios ou a uma página externa ligada na Wikipédia ou noutro site Wikimedia ou externo, que é referenciada por meio de um link intersites. As páginas do domínio principal do Wikidata são sobre objetos, e cada página pode conter apenas um objeto.
  • Metapáginas (meta pages): São todas as páginas que não são entidades, isto é, que não pertencem aos domínios de dados. As meta páginas do Wikidata contêm conteúdo não estruturado representado por código convencional do MediaWiki e talvez também futuro código de inclusão no lado do cliente. São exemplos as páginas de discussão, de categorias, do projeto (no domínio Wikidata) e de ajuda (no domínio Help). As metapáginas também compreendem conteúdo e dados gerados automaticamente pelo software MediaWiki (por exemplo, o histórico de edições de uma página, ou as páginas especiais).
  • Domínio (espaço nominal) (namespace): MediaWiki namespace (Q18889113) View with Reasonator See with SQID Uma divisão física das páginas no MediaWiki para agrupá-las de acordo com o seu uso geral ou algum comportamento adicional. Alguns exemplos são os domínios utilizados para as categorias, ficheiros, utilizadores, e no caso do Wikidata, três domínios de dados: objetos (no domínio principal), propriedades e consultas. Veja a lista de domínios.
  • Domínio principal (espaço nominal principal) (mainspace): Este é o domínio em que todos os objetos ficam localizados. Distingue-se dos outros por não possuir um prefixo.

Entidades, objetos, propriedades e consultas

  • Uma entidade (entity, por vezes, chamada conjunto de dados nas mensagens da interface de utilizador do Wikidata) é o conteúdo de dados de uma página Wikidata, que pode ser um objeto (no domínio principal), uma propriedade (no domínio property) ou uma consulta (no domínio query). Cada entidade é identificada unicamente por um identificador de entidade, que é um número precedido por um prefixo, por exemplo, começando com Q se for um objeto e P se for uma propriedade. Uma entidade também é identificada por uma combinação única de rótulo e descrição em cada língua. Cada entidade também tem um URI desreferenciável na forma http://www.wikidata.org/entity/identificador onde identificador é o seu identificador de entidade.
  • Um objeto (item, traduzido nalgumas línguas como sujeito, item ou elemento na interface de utilizador) refere-se a um objeto, conceito ou acontecimento do mundo real, que recebe um identificador (equivalente a um nome) no Wikidata, em conjunto com outra informação sobre ele. Cada objeto tem uma página correspondente no espaço nominal principal. Os objetos são identificados por um identificador prefixado (como Q5), por um link intersites para uma página externa, ou por uma combinação única de rótulo e descrição multilingues. Os objetos também podem receber nomes alternativos para facilitar a sua procura. A parte de dados principal de um objeto é a lista de declarações sobre ele. Um objeto pode ser visto como a parte sujeito de uma tripla em dados ligados.
  • Uma propriedade (property, traduzida nalgumas línguas como atributo) é o que descreve um valor de dados, ou alguma outra relação ou composto ou valor possivelmente ausente, mas não o valor ou valores de dados propriamente ditos. Cada declaração na página de um objeto liga-se a uma propriedade, e atribui a ela um ou vários valores, ou alguma outra relação ou composto ou valor possivelmente ausente. A propriedade é armazenada numa página do domínio Property, e inclui uma declaração do tipo de dados para os valores da propriedade. Comparada com dados ligados, a propriedade representa o predicado de uma tripla.
  • Uma consulta (query, uma funcionalidade futura) é uma pesquisa predefinida nos objetos. Uma consulta é o que descreve uma pesquisa predefinida, mas não os resultados obtidos pela pesquisa. Uma consulta pode ser executada para obter resultados de pesquisa, o que pode ser útil para gerar e traduzir automaticamente artigos que sejam listas. Veja a a lista de tarefas (fase III do Wikidata). Cada consulta é uma entidade descrita e definida na sua própria página, e tem o seu próprio identificador prefixado.

Identificadores e línguas

Muitos projetos Wikimedia existem em diferentes versões localizadas, mas não o Wikidata. O Wikidata é multilingue, ou seja, todas as partes da interface de utilizador e também todas as páginas de conteúdo de dados podem ser traduzidas e usadas em diferentes idiomas. Os utilizadores podem determinar as suas línguas preferidas. O Wikidata visa tratar todas as línguas da mesma maneira e interligar o conhecimento de muitas línguas, permitindo que o conteúdo de dados contribuído num idioma possa ser usado em todos os outros também. Os utilizadores podem traduzir todas as páginas para diferentes idiomas locais e, desta forma, aumentar a usabilidade passo a passo.

  • Título (title): É o nome de uma página externa ligada (conhecido como título de link), o nome de uma meta página, ou o identificador de entidade de uma página de entidade. Se a página não pertence ao domínio (espaço nominal) principal o título inclui o nome do domínio como prefixo.
    1. Para objetos, propriedades e consultas, a entidade título no Wikidata é um identificador que contém o prefixo do domínio (se houver), seguido por uma letra e um identificador numérico. Um exemplo de título é Propriedade:P17 para uma propriedade e Q6256 para um objeto. O URL da página é composto por www.wikidata.org/wiki/ seguido pelo título. Nos resultados de pesquisa, é apresentado o rótulo encontrado (também conhecido como nome), seguido do identificador entre parênteses (sem o prefixo de domínio) e da descrição, para tornar o texto completo mais legível. Por exemplo, se pesquisar "país" usando a interface Special:Search, o resultado da pesquisa incluirá a propriedade "país (P17): estado soberano deste objeto", assim como o objeto "país (Q6256), região legalmente identificada como uma entidade distinta em geografia política".
    2. Usado em links intersites, o título é um texto canónico que identifica uma página num site externo. A interface Special:ItemByTitle pode ser usada para pesquisar uma página pelo seu título numa Wikipédia. Em conjunto, site e título formam o link intersites completo. Durante a validação do título, o texto passa por uma normalização, e, no final, será o nome canónico da página do site externo. Só depois da normalização estar completa e de as limitações específicas do site estarem satisfeitas, é que um novo link intersites pode ser armazenado.
    3. Usado para uma metapágina em domínios (espaços nominais) que não sejam de entidades, o título é soletrado tal como é, e identifica a metapágina. O domínio é normalmente prefixado ao texto e também à URL. Um exemplo de título é Wikidata:Glossário.
  • Atributos de língua (language attributes)
São os rótulos, nomes alternativos e descrições específicos do idioma, que são atribuídos aos objetos, propriedades e consultas. Trata-se de textos legíveis por seres humanos para melhorar a compreensão do âmbito do objeto, por exemplo, o seu tipo específico de entidade no mundo real. Se alguns deles não existirem poderão ser substituídos por textos de outras línguas, seguindo a cadeia de línguas de recurso.
  • Línguas de recurso ou cadeias de línguas (language fallbacks ou language chains)
São métodos para substituir sistematicamente os atributos de línguas ausentes por um texto de uma língua alternativa. As regras exatas de substituição podem ser escolhidas de acordo com o tipo de página, com o estado de autenticação do utilizador, ou com as línguas preferidas do utilizador.
  • Rótulo (label)
Também conhecido por nome (não confundir com título), este é um nome específico da língua, usado em objetos, propriedades e consultas. Este é geralmente o nome mais importante pelo qual a entrada é conhecida, ou a frase mais geral ou de mais fácil compreensão pela qual a entrada será conhecida internamente no projeto. Dentro do Wikidata, assume o papel do título na Wikipédia e é usado como o meio primário para distinguir entradas. Para os objetos, não precisa de ser único, nem dentro da língua nem dentro do projeto no seu todo, mas tem de ser único em conjunto com a descrição. Para as propriedades deve ser único dentro da língua especificada. A unicidade da combinação de um rótulo e uma descrição é uma restrição forte que deve ser satisfeita antes que uma alteração possa ser gravada, embora possa ser removida no futuro.
Os rótulos devem usar as convenções específicas da lingua para a capitalização de nomes próprios e frases, como parecer adequado na entrada específica. Nas listagens, o rótulo será seguido pela descrição, aparecendo assim como uma única entrada na lista.
Ver Help:Rótulo.
  • Descrição (description)
É uma frase descritiva específica da língua para um objeto, propriedade ou consulta. Contextualiza o rótulo (por exemplo, há muitos objetos sobre locais com o rótulo "Cambridge"). A descrição, portanto, não precisa de ser única, seja dentro da língua ou do projeto no seu todo, mas em conjunto com o rótulo deve formar uma combinação única. A singularidade de uma combinação rótulo e descrição é uma restrição forte que deve ser satisfeita antes que uma mudança possa ser gravada.
Ver Help:Descrição para mais informações, incluindo a formatação apropriada das descrições.
  • Nomes alternativos (aliases)
São indicados pelo texto Also known as na interface. São rótulos alternativos específicos de cada língua e podem existir tantos quantos forem necessários.
Ver Help:Nomes alternativos.

Alegações e declarações

Elementos de uma declaração

Para usar o Wikidata, o conhecimento contido noutras fontes tem de ser decomposto. Considere uma fonte onde se lê: "Wolfgang Amadeus Mozart foi um compositor que nasceu a 27 de janeiro de 1756 e faleceu a 5 de dezembro de 1791". Temos de decompor a informação contida nesta frase e transformá-la em asserções e declarações: nome: Wolfgang Amadeus Mozart; data de nascimento: 27 de janeiro de 1756; data de falecimento: 5 de dezembro de 1791; ocupação: compositor. Tanto as alegações como as declarações (Wikidata) são expressas numa (assim chamada) «declaração» a ser usada como dados ligados por sites e organizações externas, mas são ligeiramente refinadas para se adequarem melhor à sua função no Wikidata. Normalmente, a declaração nos dados ligados é descrita por uma tripla, mas quando a declaração em si mesma é «reificada» é possível dizer algo mais sobre a declaração. Podemos dizer que ela tem um valor, que é a nossa tripla original (ou dupla, mais genericamente), e podemos afirmar alguma coisa acerca do valor, como, por exemplo, quando e como o valor foi registado ou medido. Declarações acerca de declarações, como esta, chamam-se no Wikidata qualificadores para separá-las das declarações Wikidata. Se não o fizéssemos, poderia ser difícil distinguir os diferentes tipos de declarações.

Também podem ser feitas declarações que descrevem referências para esta declaração reificada. Também elas são declarações acerca de declarações, mas cumprem funções diferentes e têm um nome especial. Estas declarações fazem-se adicionando referências. As referências também são declarações reificadas e podemos fazer declarações sobre elas, isto é, podemos atribui-lhes qualificadores. Note que as referências são declarações reificadas acerca de declarações reificadas. É útil podermos falar sobre referências com qualificadores, isto torna tudo um pouco mais claro. (Outra forma de fazer afirmações sobre referências é atribuir-lhes objetos próprios e adicionar declarações sobre eles).

Para implementar a asserção básica, a tripla central (ou melhor, a dupla, porque o sujeito é dado pelo próprio objeto) é usada uma pequena estrutura chamada asserção. Estas estruturas têm várias formas, cada uma especializada para um determinado fim. As declarações contêm estas asserções, e as asserções são as partes internas de declarações acerca de declarações, isto é, de qualificadores, referências e classificações. Parte do carácter de especialização das asserções é que algumas delas podem conter um valor de um determinado tipo, um tipo de dados. Uma asserção recusa conter dados de tipos que não tenha sido configurada para armazenar.

Durante o tempo de vida de uma declaração, ela pode ser marcada como "normal", até ser considerada "preferencial" e mais tarde pode ser substituída por outro valor mais atualizado e marcada como "obsoleta". Estes valores não são nada mais do que declarações acerca da declaração reificada, mas é-lhes dado um nome próprio e uma aparência distinta na interface.

  • Uma alegação (claim) é uma parte dos dados sobre a entidade em cuja página aparece a alegação. Uma alegação consiste numa propriedade (tal como "Localização") e num valor (por exemplo, "Angola"), ou alguma outra relação, ou composto, ou valor ausente. Uma alegação pode ter qualificadores, tais como qualificadores temporais que dizem que a alegação é válida durante um período de tempo específico. Comparada com as triplas usadas em dados ligados, uma alegação usa uma propriedade para expressar o predicado de uma tripla e um valor para expressar o objeto da tripla. As alegações fazem parte de declarações nas páginas dos objetos, onde podem ser ampliadas com referências e classificações; elas também podem aparecer em páginas de dados que não sejam objetos.
  • Uma declaração (statement) é um dado sobre um objeto, registado na página desse objeto. Uma declaração consiste numa alegação (um par "propriedade: valor" tal como "localização: Moçambique", juntamente com qualificadores opcionais), ampliada por referências opcionais (que fornecem a fonte da alegação) e uma classificação opcional (utilizada para distinguir entre várias alegações que contêm a mesma propriedade). O Wikidata não faz quaisquer suposições sobre a veracidade das declarações, apenas as colige e reporta com uma referência para uma fonte. Ver Modelo de dados e Help:Declarações.
  • Valores (ou valores de dados, datavalues) são as partes de informação incorporadas em cada alegação. Dependendo do seu tipo de dados, podem ser um único valor (como um número) ou um valor que consiste em várias partes (como uma posição geográfica com longitude e latitude). Para especificar que uma propriedade não tem valor ou que o valor de uma propriedade é desconhecido, pode ser selecionado um marcador (tipo de asserção) diferente do «valor personalizado» padrão.
Modificar aqui o tipo de asserção (sem valor, valor desconhecido, valor personalizado).
  1. Sem valor (no value) é um marcador para quando é uma certeza que não existe um valor para a propriedade (exemplo: se uma pessoa não tem filhos, o objeto correspondente receberia este marcador para child (P40)). Atribuir o marcador "sem valor" é uma declaração apropriada e isto é diferente de um objeto sem uma propriedade. Este último caso implica que não se sabe se a propriedade tem ou não algum valor (por exemplo, uma pessoa desaparecida que pode ter falecido ou estar viva não pode ser marcada com date of death (P570) enquanto que, por consistência, uma pessoa viva deve ter date of death (P570) com a aplicação do marcador sem valor, indicando claramente que a pessoa não está morta).
  2. Valor desconhecido (some value) é um marcador para quando existe um valor mas o valor exato não é conhecido pela propriedade. Valor desconhecido significa que não há nada conhecido sobre o valor, exceto que ele deveria existir e que não implica a negação da alegação (por exemplo, se a data de falecimento de uma pessoa é completamente desconhecida o objeto receberia este marcador para date of death (P570), indicando que a pessoa está, de fato, morta — no entanto, com a data de falecimento desconhecida).
  3. Valor personalizado (custom value) é um marcador para quando existe um valor conhecido para a propriedade, que pode ser especificado. Este é o tipo de asserção padrão ao criar uma asserção, alegação ou declaração.
  • Asserção (snak) é uma asserção única e básica no Wikidata, incluindo asserções de propriedade-valor, asserções de "sem valor", e outras. As declarações são compostas por asserções com uma relação de um-para-muitos. As asserções são uma parte integral do modelo de dados, mas, normalmente, este termo não será exposto aos editores e utilizadores do Wikidata. Para mais informações, consulte mw:Wikibase/DataModel#Snaks.
  • Tipo de dado (tipo de valor de dado ou tipo de valor, datatype) é a espécie de valores de dados que podem ser atribuídos a uma propriedade, e especifica como os valores de dados são armazenados em cada alegação. Cada propriedade é atribuída a um tipo de dado predefinido. Nem todos os valores podem ser ligados, enquanto houver certos tipos de dados em falta. O desenvolvimento de novos tipos de dados continua em progresso. Veja também Special:ListDatatypes para os tipos de dados disponíveis atualmente.
  • Texto (string, abreviação de caracter string) é um termo geral para uma sequência de caracteres escolhidos livremente interpretados como texto (por exemplo, "Timor") — em oposição a um conjunto de dados interpretados como valor numérico (3,14 ou 3.14), uma ligação para um objeto (por exemplo, [[Q1234]]) ou um tipo de dados mais complexo (o conjunto {1,3,5,7} ). O Wikidata vai suportar, além do tipo de dados texto, textos específicos numa língua; "texto-monolingue" e "texto-multilingue" como valor de uma propriedade.
  • Qualificador (qualifier) é uma parte da alegação que diz algo sobre a alegação específica, geralmente de forma descritiva. Um qualificador pode ser um termo de acordo com um vocabulário específico, mas também pode ser uma frase descritiva variante (se esses termos ou frases são de texto livre ou parte de algum vocabulário, provavelmente fica a cargo da comunidade do Wikidata).
  • Classificação (rank) é um fator de qualidade usado para a seleção ou filtragem simples nos casos em que há várias declarações para uma determinada propriedade (ver Help:Classificação). Há três classificações possíveis:
  1. Classificação obsoleta (deprecated rank) é utilizada para uma declaração que contém informação que pode não ser considerada confiável ou que se sabe que inclui erros. Por exemplo, uma declaração que documenta uma população errada publicada num documento histórico; neste caso, a declaração não está errada — o documento histórico que foi colocado como referência fez realmente a afirmação errónea — mas a declaração não deve ser usada na maioria dos casos.
  2. Classificação normal (normal rank) é usada para uma declaração que contenha informações relevantes que se acredita serem corretas, mas que pode ser demasiado extensa para ser mostrada por padrão. Por exemplo, o historial da população de Díli ao longo de muitos anos.
  3. Classificação preferencial (preferred rank) é usada para uma declaração com as informações mais importantes e mais atualizadas. Tal declaração será mostrada a todos os utilizadores e em caixas de informações da Wikipédia, por padrão. Por exemplo, o número mais recente da população de Cabo Verde.
  • Referência (ou fonte, reference) descreve a origem de uma declaração no Wikidata. Uma fonte é muitas vezes um objeto em si mesma; por exemplo, um livro. O Wikidata não pretende atestar a correção ou incorreção da declaração, mas apenas se a declaração aparece numa referência.
  • Identificador externo (external identifier): Algumas propriedades têm valores que são os textos (strings) usados em bases de dados de outras organizações para identificar univocamente um objeto. Por exemplo, o código ISBN de um livro ou a parte única do URL de um filme ou de um ator na Internet Movie Database.

Termos relacionados

  • RDF/XML é um formato de seriação do RDF em XML; ver RDF/XML.

Ver também